Is owner
View only
Upload & Edit
FICHA DE EXERCÍCIOS. Colégio de Aplicação, C. Mil..doc
Download
Share
Add to my account
Buy ads here

FICHA DE EXERCÍCIOS


C U R S O

E S P A ÇO

Professora: Elannia Cristhina

Aluno(a): _______________________________________ Data: _____/______/______.


Português


Texto 1 (Colégio Militar do Recife, 1999)


De sol a sol

Lucília de Almeida Prado


Quando fiz sete anos, vó Luzia me apontou e disse:

_ Tá na hora dele entrá pra escola.

Minha mãe vendeu o guarda-comida, me comprou cartilha, caderno, lápis e tudo o mais, pano para duas camisas brancas, para a calça azul; só faltou o calçado. Não fez diferença, quase todos os meninos iam de pé no chão.

FICHA DE EXERCÍCIOS


C U R S O

E S P A ÇO

Professora: Elannia Cristhina

Aluno(a): _______________________________________ Dat-BR" CLASS="western" ALIGN=JUSTIFY> A escola era uma sala ao lado da máquina de beneficiar, trinta carteiras, a escrivaninha da professora e um quadro-negro que tomava a parede inteira. Dona Carolina vinha da cidade para dar aulas, na charrete da fazenda que às quatro horas a levava de volta, trazia os jornais da fazenda e a correspondência do patrão.

O filho do campeiro, moleque encapetado, logo inventou de chamar dona Carolina de “dona Creolina”. Como o nome dele era Raimundo, ela botou nele o apelido de Viramundo; daí ele parou com aquela besteira.

Para mim a escola foi um tempo bom; eu pensava: “enquanto estiver aqui não tem perigo de me mandarem pra roça”. A roça, puxar a enxada, era nisto que nenhum menino queria pensar.

Enchi cadernos e mais cadernos; eu apreciava ver as letras saírem redondinhas de meu lápis:

_ Fessora, e quando acabar a cartilha?

_ Quando acabar a cartilha você já saberá ler.

_ Vou poder ler gibi? Histórias em quadrinhos?

_ Vai.

_ O caso é que não tenho dinheiro pra comprar.

Toda a classe riu; a professora também:

Então, no dia em que ler corretamente, trago uma dessas revistinhas para você.

_ Verdade? Promete mesmo?

_ Prometo.

Dona Carolina é pra frente!

Foi um tempo bom o da escola; apesar da palavra “carestia” sempre presente nas prosas dos mais velhos, fosse na casa do vizinho, fosse na nossa.

Acabei o primeiro ano, fiz o segundo e quando estava pra lá do meio do terceiro, setembro, com as chuvas e o começo das plantações, uma noite, depois de muito cochichar com vá Luzia e a mãe mais triste, vô Juvenal tocou no meu braço e, quando olhei, ele disse:

_ Neguito, amanhã cedo vai com nóis pra roça. A carestia... a carestia vai obrigar ocê a trabalhar com a gente... Tenho muita pena, meu filho, mas acabou-se a folgança da escola...

Sentado no degrau da cozinha, o prato de arroz com feijão sobre os joelhos, senti um nó na garganta , uma revolta me brotar do coração, queria arrebentar em soluços. Olhei para dentro de casa, para as paredes que em casa de colônia só vão até a altura de dois metros, por cima é a prosa dos vizinhos, não se têm segredos. Do lado de lá, seu Venerando criou coragem, disse para o filho menor, meu colega na escola:

_ Ocê também, Zezinho, amanhã começa a gemer na enxada. Do lado de cá até que me senti melhor: “não estou sozinho na minha desgraça”. Olhei para minha avô, na beira do fogão _ coava um café ralo _ a mãe a chorar na porta da sala e o avô ali em pé, como à espera de uma palavra amiga.

_ Não tem problema, vó. Não tem problema... respondi, enquanto que o meu peito parecia crescer, cheio de responsabilidades.


_ No dia seguinte, o sol nem não tinha aparecido e já estávamos a caminho da roça, todos os colonos, em grupos de quatro, seis, oito, os moços rindo, os velhos calados.

Manhã orvalhada, dessas que a gente pisa no capim e sai com a barra da calça molhada.

De sol a sol. Desde que o sol nascia até quando ele desaparecia atrás do horizonte, a gente trabalhava de sol a sol.


(PRADO, Lucília de Almeida. De sol a sol. 3 ed. Belo Horizonte, Comunicação, 1980. p. 12-16.)


Observação: Em primeiro lugar, leia com bastante atenção o texto. Só depois analise as questões. Para dar a resposta, volte sempre ao texto.



QUESTÃO 1

Quem é a personagem principal do texto?

  1. vá Luzia e vô Juvenal

  2. Dona Carolina

  3. Neguito e Zezinho

  4. Neguito


QUESTÃO 2

O que significa , no texto, a expressão “de pé no chão”?

  1. sem calçado (descalço)

  2. andar sempre calçado

  3. andar com bastante atenção

  4. ser cauteloso e cuidar bem dos pés




QUESTÃO 3

A escola de Neguito se localiza na zona urbana? Justifique sua resposta com uma passagem do texto.

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________


QUESTÃO 4

A história “De sol a sol” é contada por uma pessoa que participa dos acontecimentos narrados.

  • Como se chama a pessoa que conta as histórias nos textos narrativos?

  1. personagem principal

  2. autor

  3. narrador-personagem

  4. personagens secundárias


  • No texto lido, quem está contando a história?

  1. Vô Juvenal

  2. Neguito

  3. Vá Luiza

  4. Dona Carolina


QUESTÃO 5

Descreva a escola freqüentada por Neguito:

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


QUESTÃO 6

Por que o menino teve de sair da escola?

  1. para brincar

  2. para fazer as tarefas de casa

  3. porque seu avô Juvenal não gosta de criança que estuda

  4. para trabalhar na roça


QUESTÃO 7

O que sentiu Neguito quando soube que teria que sair da escola?

  1. Ele ficou muito feliz

  2. Ele sentiu um nó na garganta, uma revolta brotou-lhe no coração.

  3. Ele adorou a idéia de abandonar a escola e trabalhar na roça

  4. Ele sentiu nó na garganta, uma revolta brotou-lhe no coração e fugiu de casa


QUESTÃO 8

Neguito teve de deixar a escola em setembro, quando já estava “pra lá do meio do terceiro ano”. Porque o menino teve que sair nesse mês e não pôde esperar parar terminar o ano?

_________________________________________________________________________

QUESTÃO 9

Numere a coluna da direita, fazendo a correspondência com a coluna da esquerda, de acordo coma ação realizada.


Personagem Ação realizada


( ) Vó Luzia 1. Conduzia a charrete que trazia a professora.

( ) Mãe 2. Tirou seu filho da escola.

( ) Dona Carolina 3. Foi para a escola aos 7 anos.

( ) Filho do campeiro 4. Tocou no braço de Neguito, dizendo-lhe que iria para a roça.

( ) Vô Juvenal 5. Na beira do fogão, coava um café ralo.

( ) Seu Venerando 6. Comprou cartilha, caderno, lápis e tudo mais.

( ) Os colonos 7. Vinha da cidade para dar aulas.

( ) Neguito 8. Chamava Dona Carolina de “Dona Creolina”.

9. Iam para a roça bem cedinho.

10. Trazia a correspondência


QUESTÃO 10

Quanto ao personagem principal, podemos afirmar:

  1. que ele era muito levado.

  2. morava na cidade

  3. gostava de trabalhar

  4. entrou na escola aos sete anos


QUESTÃO 11

A mãe de Neguito teve que vender

  1. o guarda-comida para comprar o material escolar.

  2. o carro para comprar comida.

  3. a casa para comprar um carro.

  4. o sítio para comprar um carro.


QUESTÃO 12

O personagem Zezinho é

  1. o dono da escola onde Neguito estuda.

  2. o presidente do banco da cidade.

  3. o pai de Neguito.

  4. o colega de escola de Neguito.


QUESTÃO 13

A professora Carolina prometeu trazer para Neguito, quando ele já soubesse ler:

  1. um dicionário.

  2. um brinquedo novo.

  3. um gibi.

  4. uma roupa bonita.

QUESTÃO 14

Segundo o texto lido:

  1. a escola é importante só para ensinar a ler e escrever.

  2. a escola não tem importância alguma.

  3. a escola é importante, mas a necessidade de trabalhar é mais forte.

  4. a escola ensina o trabalho da roça.


QUESTÃO 14

Neguito saiu da escola para

  1. viajar para a Europa.

  2. trabalhar na roça.

  3. trabalhar na loja de seu pai.

  4. estudar em casa, com professor particular.


QUESTÃO 15

Dona Carolina vinha para a escola

  1. na charrete da fazenda.

  2. no caminhão do dono da fazenda.

  3. no carro de seu esposo.

  4. no ônibus da cidade.


QUESTÃO 16

Pessoas que vivem no interior falam de modo diferente das que vivem nas grandes cidades. No entanto, todos conseguem se entender, o que demonstra que todos falam a mesma língua.


De acordo com a norma padrão, que aprendemos na escola, como deveríamos escrever as palavras e expressões “entrá”, “ocê”, “pra “, “fessora”?

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Nesse texto, Neguito conversa com a sua família e com a sua professora. Observe que Neguito e sua família se comunicam fazendo uso de uma variante lingüística, ou seja, um tipo de português falado em certas regiões do país.


Onde se fala esse tipo de variante lingüística: na zona rural ou nos centros urbanos?

_________________________________________________________________________


O futuro é sempre o que fazemos (ou deixamos de fazer) no presente.

Gustave Flaubert (1748 – 1846), escritor francês




Sucesso!


FICHA DE EXERCÍCIOS


C U R S O

E S P A ÇO

Professora: Elannia Cristhina

Aluno(a): _______________________________________ Data: _____/______/______.


Português


GRAMÁTICA: SINAIS DE PONTUAÇÃO

Leia.

Pontuação

Na interrogação me enrosco num caracol sem saída?

Na vírgula me sento um pouco e descanso, pensativa.

Na exclamação dou um pulo fico na ponta dos pés!

No ponto-e-vírgula escorrego e quase paro; mas ando.

Marco passo nos dois-pontos: e nesta pausa me explico.

No travessão me espreguiço _ deitado presto serviço.

Na reticência me espalho vou muito além do que falo...

Mas é do ponto que gosto, termino nele e me encosto.

Elza Beatriz Von D’ollinger de Araújo. A menina dos olhos. Belo Horizonte, Miguilim, 1985.


QUESTÃO 1

(Col. Militar do Recife, 1999) Leia o seguinte fragmento de “O PEQUENO PRÍNCIPE”, de Antoine de Saint-Exupéry, e faça a pontuação necessária.


____ Eu conheço um planeta onde há um sujeito vermelho____quase roxo____Nunca cheirou uma flor____Nunca olhou uma estrela_____Nunca amou ninguém_____Nunca fez outra coisa senão somas_____E o dia todo repete como tu_____ _____Eu sou um homem sério____Eu sou um homem sério_____e isso o faz inchar-se de orgulho____Mas ele não é um homem_____é um cogumelo_____

____Um o quê_____

____Um cogumelo_____


QUESTÃO 2

Leia o texto a seguir e coloque, nos retângulos, os sinais de pontuação adequada.


Você conhece a Roberta Bem você sabe como ela é irrequieta (isso para não dizer


uma pregadora de peças”) Outro dia ela estava tão quieta que nós (Marta e eu) ficamos preocupados Eu sabia que ela estava “aprontando alguma”(aliás, é o que ela mais faz Marta (você sabe como ela não desgruda de Roberta) ficou cismada. Amolou tanto a Roberta ( com aquele seu jeitinho insuportável) que ela acabou gritando

Ainda bem que os pensamentos são ocultos Já imaginaram se vocês dois pudessem lê-los


QUESTÃO 3

( Col. de Aplicação UFPE, 1996) Leia a história em quadrinhos. Preencha os quadrados com a pontuação correta.







































Assinale a alternativa que contém a ordem correta da pontuação empregada por você:

      1. ponto – ponto – exclamação – vírgula – interrogação – interrogação;

      2. ponto – exclamação – exclamação – vírgula – exclamação – interrogação;

      3. interrogação – ponto – exclamação – vírgula – ponto – exclamação;

      4. exclamação – exclamação – ponto – vírgula – ponto – ponto.


QUESTÃO 4

Leia o texto e preencha os espaços em branco com os sinais de pontuação corretamente.


Um filhotinho de leão


A casa de Filipe era muito alegre____ Seu pai levou para lá um filhotinho de leão____Filipe e o leãozinho ficaram amigos imediatamente____Alguns dias depois____no entanto____o leãozinho não quis mais comer____A mãe de Filipe fez bastante mingau e um pedaço de carne bem cozida_____O leãozinho se alimentou, mas foi ficando muito triste____Ficava deitado e olhava docemente para seu dono____Finalmente____Filipe teve uma brilhante idéia____levou o filhote____às escondidas da família____para o zoológico____Talvez lá estivesse a solução de seus problemas_____Quando o leãozinho se encontrou com uma leoa e seu filhote____pôs-se ruidosamente a rodeá-los_____Ele não precisava de comida especial ou de remédio____Ele precisava de amigos de sua raça____De vez em quando____Filipe vai visitá-lo____Com certeza____o animalzinho está feliz____


QUESTÃO 5

Leia o texto a seguir e coloque, nos retângulos, a pontuação adequada.

Eu não o conheci


Meu filho foi embora e eu não o conheci Acostumei-me com ele em casa e me esqueci de conhecê-lo Agora que sua ausência me pesa é que vejo como era necessário tê-lo conhecido

Lembro-me dele Lembro-me bem em poucas ocasiões

Um dia ele me puxou a barra do paletó e me fez examinar seu pequeno dedo machucado Foi um exame rápido

Uma outra vez me pediu que lhe consertasse um brinquedo velho Eu estava com pressa e não consertei Mas lhe comprei um brinquedo novo Na noite seguinte quando entrei em casa ele estava deitado no tapete dormindo e abraçado ao brinquedo velho O novo estava a um canto

Eu tinha um filho e agora não o tenho mais porque ele foi embora E este meu filho uma noite me chamou e disse

Fica comigo Só um pouquinho pai

Eu não podia mas a babá ficou com ele

Sou um homem muito ocupado Mas meu filho foi embora Foi embora e eu não o conheci

Oswaldo França Jr.























QUESTÃO 6

Leia o texto a seguir e coloque, nos retângulos, a pontuação adequada.


Danival tornou-se mecânico de automóveis de uma oficina na via Dutra perto de Nova Iguaçu

E foi principalmente então que o incerto, incapaz e fugido Daniva esse inconstante inquieto incontrolável bêbado imprevisível faroleiro irrecuperável livre curioso malandro esperto perigoso manso irritável desaforado e conformado crioulo mudou sua curta solta inútil e preguiçosa vida


QUESTÃO 7

Leia o diálogo a seguir e coloque, nos retângulos, a pontuação adequada.

(toca o telefone e Marcela atende)

_ Alô

_ Oi Posso falar com Marcela por favor Aqui é a avó Marta

_ Oi Pode falar

_ Tô ligando pra saber se você gostou da saia que eu mandei pra você

_ Adorei Já mandei até colocar um adesivo Usei vários dias e principalmente para ir a escola

_ Que boa notícia Tchau minha netinha

_ Até outra vez Beijos pra todos daí


QUESTÃO 8

(Col. de Aplicação UFPE, 2002) Mariana deseja escrever uma carta, mas ainda não sabe usar a pontuação adequada. Ajude-a, colocando, nos retângulos, esses sinais de pontuação.


Oi gatinha como vão as coisas por aí

Aqui em recife, agora, em vez de economizar água, estamos racionando energia elétrica

Como tem sido difícil Por isso, estou enviando esta carta pra você: não posso mais ligar o computador, nem a televisão do meu quarto, nem mesmo aquele sonzinho lindo que ganhei no meu aniversário.


Logo no começo desse tal racionamento, fiquei muito chateada porque estava de férias e não podia ligar nada em casa. Depois, eu e minhas amigas resolvemos dar um jeito inventando coisas pra fazer.

Sabe que até estou achando legal essa história de racionamento!

E você, como tem se divertido nessas férias?

Mande dizer.

















QUESTÃO 9

(Col. de Aplicação UFPE, 1998) leia o diálogo entre a Mônica e o Cebolinha.

Escreva, nos retângulos, a pontuação correta.









































Educação nunca foi despesa, sempre foi investimento com retorno garantido.

Arthur Levis, Prêmio Nobel de Economia, 1979

FICHA DE EXERCÍCIOS


C U R S O

E S P A ÇO

Professora: Elannia Cristhina

Aluno(a): _______________________________________ Data: _____/______/______.


Português


(Col. de Aplicação UFPE, 1998)


Você vai ler dois tipos de texto que falam de um mesmo tema. Um é artigo de jornal e o outro, uma poesia.

Em primeiro lugar, leia com bastante atenção os textos, antes de responder às questões propostas. Qualquer dúvida, refaça a leitura.


Texto 1


MISSÃO DOS PREDADORES


Se você pensa que eliminar da Terra os animais que viram pragas é a solução está enganado. Cada animal tem um papel no equilíbrio ecológico. Se as moscas forem eliminadas, catástrofes podem acontecer, pois animais se alimentam de suas larvas e de moscas adultas. as moscas são o início de várias cadeias alimentares. Se desaparecem, essas cadeias deixarão de existir, e espécies de plantas e animais também serão eliminadas.

Se os ratos forem exterminados, os animais que eles comem não vão ter seu inimigo natural e vão se reproduzir descontroladamente. Os predadores dos cupins são os tamanduás. Numa cidade só há tamanduás no zôo. Então, quem vai comer os cupins?


( texto publicado na Folha de São Paulo, Caderno Folhinha, 15 de agosto de 1998, p. 4 a 7. Fontes: biólogas Eugênia de Campos Farinha, Eliana M. Cancello e o técnico do Instituto de Pesquisas Biológicas Paulo Val R.)


Compreensão de texto

As respostas das questões 1, 2 e 3 devem ser baseadas na leitura do texto “Missão dos predadores”


1. Segundo o texto, predadores são seres que

    1. atiram muitas pedras;

    2. eliminam animais nocivos;

    3. contribuem para o equilíbrio ecológico;

    4. amam a natureza.


2. Cada animal tem um papel no equilíbrio ecológico.


A palavra papel, em destaque, significa

  1. ação de cada ator em peça teatral;

  2. dinheiro em cédula;

  3. função, cargo;

  4. folha para escrever.


3. Escolha a melhor resposta para completar a frase abaixo.

A eliminação das moscas da face da Terra

melhor higiene


extinção de espécies vegetais e animais

PODE

PROVOCAR


redução de muitas doenças.




A eliminação das moscas da face da Terra pode provocar__________________________________________________________________



Texto 2


Procura-se vivo ou morto

um sapo de estimação

que morava no jardim em frente.

Puxa vida! Era um sapo tão sabido

que até piscava o olho pra gente,

Mas o jardim acabou,

virou supermercado,

e o sapo, coitado...

será que alguém come sapo enlatado?


(Publicado em Classificados Poéticos, de Roseane Murray, Belo Horizonte, Editora Miguilim, 1984, p.21)


4. Escolha a melhor resposta, de acordo com o texto, para completar a frase abaixo.

Porque se comunicava com as pessoas


o sapo era muito sabido.

Porque mudou-se para outro jardim



porque virou enlatado




________________________________________, o sapo era muito sabido.



5. Leia os versos abaixo:

Mas o jardim acabou,

virou supermercado,

e o sapo, coitado...


Podemos substituir as reticências do verso acima por

  1. desapareceu;

  2. virou enlatado;

  3. foi assassinado;

  4. morreu.


Leia novamente os textos 1 e 2.

Coloque V para as afirmações VERDADEIRAS e F para as afirmações FALSAS, segundo a leitura dos dois textos:


( ) O texto 1 defende o equilíbrio ecológico.

( ) O texto 1 defende a eliminação dos predadores.

( ) O texto 2 defende a construção do supermercado.

( ) O texto 2 afirma que o progresso altera o meio-ambiente, mas não traz prejuízos à vida humana.

( ) Os dois textos tratam do mesmo tema: a preservação da natureza.





Parar de investigar e aprender é começar a morrer.

Grahan
















FICHA DE EXERCÍCIOS


C U R S O

E S P A ÇO

Professora: Elannia Cristhina

Aluno(a): _______________________________________ Data: _____/______/______.


Português


GRAMÁTICA: ACENTUAÇÃO DAS PALAVRAS


QUESTÃO 1


( Col. de Aplicação UFPE, 2000) Retiramos dos textos de Rafael Costa e Guilherme Arantes algumas palavras acentuadas. Coloque cada palavra no seu devido grupo de acordo com o que há de comum entre elas quanto à acentuação.


água – igarapé – céu – lágrimas – deságua – heróica – época – marés – até - próxima





São acentuadas as palavras


GRUPO 1

Com ditongo aberto

GRUPO 2

Proparoxítonas

GRUPO 3

Paroxítonas terminadas em ditongo

GRUPO 4

Oxítonas terminadas em e (s)














QUESTÃO 2


Complete os retângulos com apenas duas palavras que sirvam de exemplo para cada una das três regras fornecidas:


Regras

Exemplos

1. São acentuados os ditongos com as vogais tônicas abertas: éi, éu, ói.


2. São acentuadas as palavras paroxítonas terminadas em ditongo l.


3. Todas as palavras proparoxítonas são acentuas



QUESTÃO 3

Observe as manchetes de jornal.










Coloque cada sílaba das palavras retiradas das manchetes nos círculos. Sublinhe as sílabas que são pronunciadas com mais força.


BOMBEIROS


CAPITAL


OLIMPÍADA


RUA


Observe agora os quadrinhos da atividade anterior e escreva em quais posições podem aparecer as sílabas tônicas nas palavras.

_________________________________________________________________________


QUESTÃO 4

Separe as palavras em colunas, de acordo com a localização da sílaba tônica.


XÍCARA CADEIRA NINGUÉM MICRÓBIO PÓLO

PORÉM METRO MÉDICO FÁBRICA PAPEL

FABRICA PASTEL CHALEIRA METRÔ AMOR


Palavras com a última sílaba tônica

Palavras com a penúltima sílaba tônica

Palavras com a antepenúltima sílaba tônica









QUESTÃO 5

Preencha a cruzada a seguir, usando somente as palavras oxítonas da lista.

4 letras

5 letras

6 letras

7 letras

8 letras

VOCÊ

AMOR

TATU

CAFÉ

LIVRO

FUNIL

FÁCIL

PARANÁ
CANTAVA

CORAÇÃO

GUARANÁ

ESTÚPIDO

ESCREVER

REVÓLVER



E



S





C









R









E











V







E








R





















QUESTÃO 6

Classifique as palavras abaixo, escrevendo-as nos conjuntos a seguir.

bebê está açúcar fácil físico

também é papel pólen além

vírus freguês ímã lápis época

através sabiá porém lar robô

cru exagero cócega imóvel sétimo

árvore três hífen órfão nó

cômodo ninguém possível vê pé

dúvida útil repórter ângulo matemática

você pássaros vovô gráfico máquina

coisa Botucatu mantém lâmina álbum

até legal amor Bauru álibi

já lei


OXÍTONAS

PROPAROXÍTONAS

PAROXÍTONAS

MONOSSÍLABAS TÔNICAS









QUESTÃO 7

Observe as palavras paroxítonas.


dicionário distância história Célia tragédia experiência Maurício edifício língua série contrário relógio mágoa ingênuo malícia enciclopédia


Sublinhe as duas últimas letras de cada palavra. Observe que os sons vocálicos se encontram na mesma sílaba.

Atenção: Os sons vocálicos que se encontram na mesma sílaba recebem o nome de DITONGO.


Escreva agora uma regra de acentuação das palavras paroxítonas, a partir de suas observações.

___________________________________________________________________________


QUESTÃO 8


cômico idéia anúncios rapé até já será princípio ninguém privilégios


Agora selecione, entre essas palavras, quais podem ser exemplos das regras abaixo.

  • São acentuadas as palavras monossílabas tônicas que terminam em A(s), E(s), O(s).

___________________________________________________________________________

  • São acentuadas todas as proparoxítonas.

___________________________________________________________________________

  • São acentuadas as paroxítonas terminadas em ditongo.

___________________________________________________________________________

  • São acentuadas as palavras oxítonas terminadas em A, E, O, EM, no singular ou plural.

___________________________________________________________________________


QUESTÃO 9

Observe os grupos de palavras abaixo. Em cada um, existe UMA palavra que, de acordo com a acentuação, não deveria estar naquele grupo. Assinale – a


a . café, sofá, lâmpada, parabéns, armazém, cipó, fará

b. álcool, ônibus, lâmpada, cipó, trânsito, página

c. tórax, álbum, açúcar, ônibus, lápis, pólen, amável

Justifique sua resposta:

GRUPO A__________________________________________________________________

GRUPO B__________________________________________________________________

GRUPO C__________________________________________________________________

QUESTÃO 10

No bilhete a seguir, algumas palavras foram escritas sem acento.


Assinale essas palavras e acentue-as.

SP 1/7/94

Marta

Sabia que voce e uma graça?

Pena que esta comprometida com aquele desagradavel.

Mas um dia voce vai acordar, tenho certeza. Mesmo o cego dos cegos enxerga. E voce não e a cega das cegas.

Um admirador secretissimo

Caixa Postal 1109 São Paulo (SP) 02120-010


QUESTÃO 11

(Col. Militar do Recife, 1996) Corrija somente as palavras abaixo que exigem acento gráfico ou trema.


rubrica polen saguiguaçu apoia reveem nobel sauva longiquo juiz

abençoo


QUESTÃO 12

(Col. Militar do Recife, 1996) Todas as palavras, ao mesmo tempo, polissílabas, paroxítonas e estão grafadas corretamente.

Item 1.

a. ( ) erudito – cafezinho – caractéres

b. ( ) antídoto – prosódia – feldspato

c. ( ) estripulia – secretariado – ejetável

d. ( ) gratuíto – alcoólatra – pneumonia


Item 2. Todas as palavras são, ao mesmo tempo, trissílabas, paroxítonas e estão com o uso correto do acento gráfico em

a. ( ) história – nojento – hambúrguer

b. ( ) ciência – oxigênio – francêsa

c. ( ) cooperar – altivo – espontaneo

d. ( ) bíceps – órgãos – Gúliver

Item 3. Todas as palavras são, ao mesmo tempo, dissílabas, paroxítonas e estão com o uso correto do acento gráfico em

a. ( ) consul – abdômen – revólver

b. ( ) réptil – ônix – ave

c. ( ) lírio – régua – havia

d. ( ) queijo – coelho – sólo


Item 4. Todas as palavras são, ao mesmo tempo, polissílabas, oxítonas e estão com o uso correto do acento gráfico em

a. ( ) contrapropus – embriaguez – apreensão

b. ( ) mobiliei – Escócia – admissão

c. ( ) submersão – Tibiriçá – torpedeei

d. ( ) Paraguaçú – confeccionar – internacional


Item 4. Todas as palavras são, ao mesmo tempo, trissílabas, oxítonas e estão com o uso correto do acento gráfico em

a. ( ) jabuti – Alagoas – Tocantins

b. ( ) urutú – Maranhão – português

c. ( ) Ceará – Goiás – Tapajós

d. ( ) araçá – Piauí – fogaréu


Item 5. Todas as palavras são, ao mesmo tempo, dissílabas, oxítonas e estão com o uso correto do acento gráfico em

a. ( ) põe – atrás – azar

b. ( ) ioiô – Goiás – Xingu

c. ( ) atum – lêem – cais

d. ( ) valeu – funil – anzóis


Item 6. Todas as palavras são, ao mesmo tempo, monossílabas tônicas e estão com o uso correto do acento gráfico em

a. ( ) pneu – reis – mês

b. ( ) sois – cão – país

c. ( ) lei – cais – pua

d. ( ) céu – fez – pau


Item 7. A seqüência que apresenta palavras com semivogal é:

a. ( ) rainha – ruim -álcool

b. ( ) quando – lingüiça – touro

c. ( ) quente - aí – bizu

d. ( ) baú – tupi – caatinga


Item 8. Encontramos hiato em

a. ( ) hiato

b. ( ) fugiu

c. ( ) ai

d. ( ) deixa

Item 9. A seqüência de vocábulos oxítono, paroxítono e proparoxítono é

a. ( ) televisão – petróleo - inteligente

b. ( ) uirapuru – ita – úmido

c. ( ) parte - azul – tímpano

d. ( ) límpido – cajá – chave

QUESTÃO 13

Acentue as palavras oxítonas e copie no lugar adequado.

fregues sofa picole Belem

alguem armazens ninguem metro

domino parabens maracuja tambem

robo mes tres trico

gas portugues curio Jose


á(s) – é(s) – ó(s)

ê(s) – ô(s)

ém(éns)


.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................



.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................


.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................

.............................................


QUESTÃO 14

Acentue os verbos.

vende-lo ama-lo ele ve perde-las

da-lo beija-los paga-lo ele le

ele cre mante-los joga-la


QUESTÃO 15

Escreva as palavras no plural e acentue os ditongos.

papel...................................................... anzol ............................................................

lençol..................................................... anel ..............................................................

céu ........................................................ véu ..............................................................

caracol .................................................. chapéu .........................................................

réu ........................................................ carretel .........................................................

sol ........................................................ rouxinol ........................................................





Não é para a escola que aprendemos, mas para a vida.













FICHA DE EXERCÍCIOS


C U R S O

E S P A ÇO

Professora: Elannia Cristhina

Aluno(a): _______________________________________ Data: _____/______/______.


Português

Texto 1(Col. Militar do Recife, 2000)


PALAVRAS, PALAVRINHAS E PALAVRÕES


Era uma vez uma menina que gostava muito de palavras. estava sempre querendo aprender palavras novas. Prestava atenção toda vez que ouvia uma diferente. Queria reparar como é que se usava, para poder repetir depois. Para ela, todas eram interessantes: as pequenas, as médias e as grandes. As palavrinhas, as palavras e os palavrões.

Só que os outros não achavam interessante. E às vezes, nem ela mesma se entendia. Ou entendia os outros. Às vezes, ela ouvia alguém dizer umas palavras imensas e nem conseguia repetir direito. Como no dia em que um homem falou na rua:

_ Tem um paralelepípedo solto... Cuidado.

PARALELEPÍPEDO? Mesmo com todo o cuidado, falando bem devagar, era difícil repetir. A língua dela se enrolava toda com um palavrão desse tamanho.

Mas outras vezes tinha umas palavras que ela ouvia e repetia sem dificuldade. Nem era assim tão grande. Algumas eram até bem pequenas. Mas as pessoas reclamavam:

_ Eu sei que hoje em dia muita gente não liga, minha filha, mas eu não acho bonito você ficar dizendo palavrão dessa maneira. Ainda se fosse um menino, falando na rua, vá lá. Mas desse jeito, parece um moleque daqueles bem mal-educados. Não quero mais saber disso, ou então vamos ter... ameaçava o pai.

_ Que horror esta menina! _ queixava-se o avô. _ Vocês precisam tomar providências, ela anda com um vocabulário abominável.

_ Que coisa feia, uma mocinha sujando a boca com esses palavrões cabeludos... _ zangava a avó.

A menina ficava ouvindo aquilo tudo sem entender direito. Como é que podia haver palavrão cabeludo? E ela ficava imaginando então palavrões enormes, maiores que uma baleia, mais compridos que um trem, e bem carecas. Palavras bigodudas. Palavrinhas barbudas.

E aquelas coisas que o avô tinha dito: VOCABULÁRIO ABOMINÁVEL... Que tipo de palavrões seriam esses? Cabeludos? Louros? Cacheados? Ela nem conseguia repetir direito, quanto mais imaginar a cara deles... e aquele tal de PROVIDÊNCIAS?

Tinha palavras também que ela inventava, ela mesma nem sabia de onde. Por exemplo, no dia em que a mãe explicou para ela que estava barriguda daquele jeito porque ia ter um neném, a menina ficou logo imaginando um nome para o bebê. Mas não sabia se ia ser menino ou menina. Então, inventou um nome que servia para qualquer um. Servia mesmo para qualquer coisa. Era Cuftosfós. Nome gostoso de dizer, dava uma espécie de cosquinha dentro da boca. A menina achava muito divertido. Mas a família não achava nada engraçado. E ela pensava em voz alta e ria sozinha, de dar gargalhada:

_ Já imaginaram? Quando Cusfosfós for brincar na pracinha, todo mundo vai perguntar o nome. Aí a babá vai dizer Cusfofós; todo mundo vai cair na gargalhada. E na escola, quando chegar na hora da chamada e a professora chamar Cusfofós, todo mundo vai morrer de rir e ficar olhando para ver quem é que responde presente. E na hora de ir à festa e namorar, já pensaram?

O pai e a mãe ficaram muito preocupados com toda essa conversa de Cusfosfós pra cá, Cusfosfós pra lá. Acharam até que ela estava xingando o irmãozinho que ainda nem tinha nascido. Mas a menina nem ligou. Falou em Cufosfós vários dias, até cansar. Quando cansou, parou. E mudou de assunto.


Ana Maria Machado. Palavras, palavrinhas e palavrões.

São Paulo, Quinteto Editorial, 1986.


INTERPRETAÇÃO DE TEXTO


Item 1. Numere os fatos na ordem em que são narrados no texto lido.


( ) A menina não entendia direito as reclamações feitas pelos adultos.

( ) A palavra que a menina inventou para servir de nome ao neném era considerada um palavrão pelos adultos.

( ) Quando a menina repetia palavras e palavrinhas consideradas “palavrões” pelos adultos, todos a repreendiam.

( ) Havia uma menina que gostava de ouvir e repetir palavras, palavrinhas e palavrões.

( ) Um dia a menina inventou uma palavra para servir de nome ao neném que ia nascer.


Item 2. Quem é o personagem principal da história que você acabou de ler?

___________________________________________________________________________


Item 3. Quais as outras personagens do texto lido?

___________________________________________________________________________


Item 4. O que a menina fazia para aprender palavras novas?

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Item 5. Que palavra(s) a menina achava interessante(s)?


Item 6. O que acontecia quando ela tentava repetir palavras grandes?

Item 7. Qual é o significado de palavrão para a menina?


Item 8. Qual é o significado de palavrão para os adultos?


Item 9. Por que os adultos e a menina não conseguiam se entender?

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Item 10. Que palavra a menina inventou para servir de nome ao neném que iria nascer?

___________________________________________________________________________


Item 11. Quais as justificativas da menina para ter inventado esse nome?

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Item 12. Qual foi o comportamento da família em relação ao nome inventado pela menina?

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Item 13. O que poderá acontecer com o irmãozinho da menina quando ele for para a escola e a professora fizer a chamada?

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Item 14. O que os pais da menina acharam da conversa dela em torno do nome do neném?

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Item 15. Retire do texto uma palavra que seja sinônimo de horrível:

___________________________________________________________________________





















FICHA DE EXERCÍCIOS


C U R S O

E S P A ÇO

Professora: Elannia Cristhina

Aluno(a): _______________________________________ Data: _____/______/______.


Português


GRAMÁTICA: GRAFIA DAS PALAVRAS


QUESTÃO 1


( Col. de Aplicação UFPE, 1998) Zeca, o filho da poetisa, estava com saudades do jardim e do seu grande amigo sapinho e escreveu uma carta ao dono do supermercado reclamando. Ele ainda não sabe escrever muito bem, por isso, pediu que sua mãe corrigisse o seu texto. Ela sublinhou as palavras erradas. Veja como ficou.


Caro senhor,

Moro enfrente ao seu supermercado onde, antigamente, havia um jardim. Todas as manhãs, quando eu ia para o colégio, mechia com o sapo que morava no tanque desse jardim e descançava à sombra das árvores. Gostava tanto daquele bichinho que usava o dinheiro da minha mezada para comprar comida para ele e seus amigos peixes. Fui crecendo junto com o sapo e um dia, um susto horrorozo: grandes escavadeiras destruíam o jardim. Soube, depois, que era para construir o seu supermercado.

Chorei tanto que fiquei com os olhos inchados. Onde teria ido parar aquele sapo amigo que apareceu no nosso bairro depois da enxente do mes de julho? Que pessoas egoistas e estupidas eram aquelas que trocavam a vida por cimento armado...

O senhor sabia disso tudo? Se sabia, por que não fez nada? Se não sabia, por que não faz alguma coisa agora para resolver o problema e trazer o meu amigo de volta?

Aguardando sua resposta,

Zeca, o amigo do sapo.

Zeca já começou a passar a limpo sua carta.

Ajude-o, completando as lacunas com as palavras corretas.










Caro senhor,

Moro___________ ao seu supermercado onde, antigamente, havia um jardim. Todas as manhãs, quando eu ia para o colégio, ___________ com o sapo que morava no tanque desse jardim e ________________à sombra das árvores. Gostava tanto daquele bichinho que usava o dinheiro da minha _____________ para comprar comida para ele e seus amigos peixes. Fui _______________ junto com o sapo e um dia, um susto _____________: grandes escavadeiras destruíam o jardim. Soube, depois, que era para construir o seu supermercado.

Chorei tanto que fiquei com os olhos inchados. Onde teria ido parar aquele sapo amigo que apareceu no nosso bairro depois da ____________do _______ de julho? Que pessoas ____________ e ______________eram aquelas que trocavam a vida por cimento armado...

O senhor sabia disso tudo? Se sabia, por que não fez nada? Se não sabia, por que não faz alguma coisa agora para resolver o problema e trazer o meu amigo de volta?

Aguardando sua resposta,

Zeca, o amigo do sapo.





















QUESTÃO 2


( Col. Militar do Recife, 1996) Empregue a letra correta, de acordo com o grupo ortográfico.


Ç / S / SS

Z / S

G / J

X / CH

  1. can___a___o

  2. gar____a

  3. a____ado

  1. atra____o

  2. an___ol

  1. via___em

  2. ___eito

  1. en___ada

  2. en___ente


QUESTÃO 3


( Col. Militar do Recife, 1999) Leia o texto abaixo de Monteiro Lobato e, observando as palavras propositadamente não acentuadas ou sem o til, faça as correções necessárias.


Um biografo ao molde classico separaria a vida de Aldrovando em duas fases distintas: a estatica, em que apenas acumulou ciencia; e a dinamica, em que, transfeito em apostolo, veio a campo com todas as armas para contrabater o monstro da corrupção.


QUESTÃO 4


Complete as palavras com dígrafos ou com letras que representam os sons pedidos.

a) Som de “sê”

va.......oura pró.......imo .......inema

na........er na.......ça crian.......a

e......eto .......apato pi......ina

b) Som de “jê”

reló.......io sar........eta ........eléia

can........ica gor.......eta la........e


c) Som de “xê”

be.......iga .......ícara ........ampu

........u.......u .........arco en.........urrada


QUESTÃO 5


Acentue as palavras e classifique-as em:

P _ paroxítonas PR _ proparoxítonas


( ) amavel ( ) proximo ( ) virus ( ) publico ( ) lampada

( ) hifem ( ) torax ( ) atomo ( )orgão ( ) ciencia

( ) medico ( ) tenis ( ) agua ( ) orfa ( ) silaba

( ) açucar ( ) habito ( ) oleo ( ) imã ( ) musica

( ) magoa ( ) reporter ( ) cranio ( ) Cesar ( ) album

( ) faisca ( ) transito ( ) polen ( ) albuns ( ) patio


QUESTÃO 6


Complete as palavras com s – x – c – ç e copie-as nas colunas adequadas.

per......evejo can......ado .......enário .....intura

chuma......o má......imo extin.......ão pin........a

baga........o compreen......ão despen.......a impul.......o

bol......o tra.......a trou.......e au.......ílio

.......iclone pro.......imidade anoite.......er pró.......imo


S

X

C

Ç

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................

...................................


QUESTÃO 7


Complete as palavras com sc - sç - xc - ss.

pi.......ina a .......eio e.......elência na.......er de.......o

e......êntrico de.......er na.......a e.......eto a ........ento

progre.......o e........eção e.......e........o fraca.......o adole.......ente

acr.......entar e........elente na........imento cre........o de........a

ave.......o cre........er pre........a proci........ão e......e.......ivo

proce........o progre.........o impre.........ão mi........ão permi..........ão

transmi..........ão agre........ão regre.........o suce.........ão submi.........ão


QUESTÃO 8


Complete as palavras com as consoantes s, z ou x.

_____ícara pobre_____a

preten_____ioso surpre_____a

repre_____a prince_____a

trou_____e en_____ada

mole____a triste_____a


QUESTÃO 9


Use a pontuação correta no texto:

- , : ! ? .


E eu lhe perguntava

Vovô Vicenzo como se diz SOLE na língua do Brasil

E ele me traduzia

SOL

E Vovô Leone me disse sorrindo

Veja a palavra SOLE Fortunatella

Ela parece ter luz calor se você a pronunciar em voz alta


QUESTÃO 10


No labirinto do castelo

As bruxinhas esconderam no castelo cinco nomes de princesas encantadas que têm ditongos. Descubra e escreva-os, acentuado-os.


A N A B E L A F L O R A

G L O R I A R O S A N A

R U B I A I S A B E L A

E S T E R R O S A A D A

M A R C I A F U L V I A

A U R E A A D E L I N A

M A R G A R E T E B E T

C O R A L I N A M A R A

P A L O M A H E L E N A




QUESTÃO 12


Complete as palavras com s - ç - z – x - ch.

marca......ão arma.......ão diver......ão compreen.......ão suspen......ão sacerdoti......a profeti........a avi.......ar atra.......ar anali........ar

en......ergar en.......ofre café........al locali.......ar insensate........ bele......a grande..........a esperte........a papel.......inho pe.......inho escravi......ar


QUESTÃO 13


Complete as palavras com j - g.

......íria ......eito ho......e ti.......ela su.......ar prestí......io reló......io

va......em ........igante estran.......eiro ........esso berin......ela acara.......é

.......esíta via.......em via........ar lo.......inha ma.......estade in.......eção

inter........eição ........e........um can.........ica laran.......eira gran.......a